sábado, 23 de junho de 2012

O ENSINO DA ARTE

         Arte é conhecimento e livre expressão do sujeito. No Brasil,   ensinar arte é ainda um grande  desafio. E isso já vem de longe. O Ensino de Arte  vem sofrendo alterações em seus objetivos ao longo de sua  história.


         Durante muito tempo a  disciplina esteve voltada em educar para o lar, como preparação para exercer papéis na família, com atividades de  desenho, canto e trabalhos manuais. Tempos depois da evolução da Escola Nova e Tecnicista,  passou a se chamar Educação Artística e voltou-se para o ensino de técnicas específicas e quase foi excluída do currículo escolar. Somente nos anos 80,  é que  o reflexo do  Movimento Modernista influenciou o rompimento das técnicas acadêmicas e trouxe um  novo olhar  para o ensino da Arte.

        Porém,  romper com o velho e incorporar o novo não é assim tão fácil, na verdade atualmente não são muitos,  os professores que veem esse ensino como importante para o desenvolvimento do aluno.  Os que se interessam utilizam as atividades  da disciplina Arte como recreação, passatempo,  relaxamento,  ou pior ainda como apêndice de apoio  ao desenvolver projetos de outras disciplinas. E o mais grave, quando a escola possui um bom professor de Arte, esse é logo requisitado para trabalhos de ornamentação, organização de eventos, coordenação de projetos ou produção manual de material de apoio, deixando sua principal função a desejar ou em segundo plano.

         Ensinar Arte de fato exige estudo, planejamento e avaliação do trabalho. Mas não tratemos de apontar culpados. E sim refletirmos sobre o contexto do problema. O fato do professor não valorizar esse ensino se deve a falta de formação. Nos cursos de professores a carga horária é sempre mínima quando se trata desse eixo do conhecimento

         Na escola  as atividades de artes plásticas  realizadas com  maior frequência são o desenho temático no apoio de projetos interdisciplinares ou datas comemorativas,  a colagem e  a pintura com lápis de cor, de cera e eventualmente com  tinta guache. O desenho livre vem sendo timidamente  incentivado ultimamente. O teatro e a dança são trabalhados  somente  para as datas comemorativas. A música somente ouvir ou cantar,  quando muito. Outras artes, como o cinema,  a fotografia e a escultura são raras. Geralmente  ficam esquecidas,  mesmo nas Escolas de Ensino Médio, onde  fazem parte da currículo. São pouquíssimos  os professores que oportunizam seus alunos a se expressarem por meio dessas  linguagens. 

          Os desenhos dos adultos jovens  de hoje, em sua maioria estereotipados,   denunciam a falta de acesso a esse conhecimento que a escola não proporcionou. Os professores reagem dizendo que precisam ensinar a “ler,  escrever  e contar” por causa dos testes nacionais e estaduais. Ou que precisam dar conta de seus conteúdos para não descerem nas estatísticas. Não conseguem perceber que o desenvolvimento artístico de um aluno, além de desenvolver sua autoestima, “abre as portas” e desenvolvem a  inteligência para outros conhecimentos. No geral, na Educação Infantil esse processo acontece um pouco  melhor, pois de certa forma o professor sente-se mais livre para experimentar o processo criador do aluno. 

       Nas últimas formações de professores  no Acre,  tem-se  discutido a necessidade de  trabalhar os artistas de reconhecimento social  na escola, utilizando a metodologia triangular,  técnica de Ana Mae, em três etapas: Apresentação e estudo das obras, contextualização e só então a criação pelo aluno a partir da obra do artista. “É preciso dar um novo sentido ao  ensino de Arte. As atividades devem instigar a autonomia dos alunos e os critérios de avaliação atuais  repensados, pois não existe uma maneira certa de fazer arte.”  Diz Tatiana Fecchio, Professora e  Dra. em Arte pela UNICAMP.  O potencial criador do aluno não deve ser limitado. Suas produções devem ser expostas à comunidade escolar e aos pais em feiras,  exposições, reuniões  ou outros eventos, para serem apreciadas. 



Trabalhos de Arte (acima)  dos Coordenadores Pedagógicos  no  Curso de Formação de Professores – Acre 2011.  Ministrado pela Dra.  da UNICAMP –  Professora  Dra. Tatiana  Fecchio – foto abaixo.



          Devemos então,   a partir de outros parâmetros construir um novo caminho para esse ensino,  cedendo vez ao artista que se percebe no mundo enquanto sujeito e se expressa como tal, através de sua arte. Onde o “Está bonito” não tenha vez e o que mais importe seja o processo criador. O papel do professor é garantir o respeito ao fazer  artístico do aluno,  durante o seu  desenvolvimento. E viva a arte!
      
          


      

segunda-feira, 18 de junho de 2012

O CASO DA GATA

         Uma amiga de minha filha  mora aqui  na cidade de Rio Branco, com parentes  de seu marido. Ela é uma menina muito sensível e bacana. Esses dias estava  a sair de casa quando foi testemunha ocular de um atropelamento. Uma gatinha... e ainda por cima estava prenha. No acidente sua patinha foi quebrada. Compadecendo-se da gatinha sofredora resolveu levá-la. Seu marido se mostrou totalmente contra, pedindo-lhe que esquecesse a tal gata e fossem cuidar de suas vidas. Mas a moça não lhe deu ouvidos e levou a gatinha para casa. Foi uma briga danada entre os dois, mais no final ela venceu e  o animalzinho foi cercado de todos os cuidados recebendo o nome de Maria e muito carinho.

      No dia seguinte, Maria precisou de outros cuidados, porque seus gatinhos morreram na barriga com o acidente e sua nova dona não sabia o que fazer. Então recorreu a uma prima de seu marido.

       - Amiga,  tenho um amigo que é veterinário. Você pode falar com ele!  Disse a prima.
      - Mas, não tenho dinheiro para pagar. E meu marido não vai me dar esse dinheiro de jeito nenhum! Se você visse a briga que foi para eu ficar com essa gata. Quase derrubamos a casa! Rs...
       - Vou falar com esse meu amigo. Ele é muito legal! 

O médico prontamente atendeu ao pedido da amiga, dizendo-lhe: 

 – Ah, não tem problema! Pode trazer que eu resolvo e não vou cobrar meus serviços!

       E assim foi feito! Ela então acertou tudo e a deixou lá, para ser cirurgiada. Finalmente a gatinha seria salva! Já havia se apegado ao animalzinho. No outro dia, foi buscá-la, após o ato cirúrgico. Lá recebeu orientações do veterinário e já ia saindo muito animada quando a secretária  chamou,  dizendo-lhe:
    - Moça,  a cirurgia custa R$350,00 Reais!
    - Mas... Ele não me disse nada! E como vou fazer?... Não tenho dinheiro!
    - Como a Sra.  irá fazer eu não sei. O que sei,  é que terá que pagar!
Muito nervosa,  imediatamente ligou para a prima de seu marido, que lhe acalmou dizendo.
     - Espera um pouco vou ligar para meu amigo!
Esperar... Rs... Bem não podia fazer outra coisa mesmo, senão esperar! Após alguns minutos a secretária do médico veio lhe chamar. Pensou então com seus botões:
     - Graças a Deus ele vai aliviar! Senão estou ferrada!
    - Ele disse que o que pode  fazer,  é lhe cobrar somente os materiais que usou: anestesia,  remédios  e curativos!
     - E quanto é? Perguntou toda esperançosa.

     - R$300,00.

    Quase caiu durinha! Puxa, mas é quase a mesma coisa! E agora? Em que encrenca fui me meter! Pensou.

   - Só se eu pagar com um cheque sem fundos. É a única coisa que posso fazer. Quando eu tiver o dinheiro passo aqui para pegar o cheque.
    - Espera um pouco vou consulta-lo.
    - Tudo bem,  está certo assim! O médico aceitou.
    - Ufa! 

    Foi para casa a pensar.  - E agora como vou fazer se não trabalho? O Rafa jamais vai  pagar essa conta. Chegou em casa triste e  cabisbaixa.
      Seu marido percebeu e perguntou: - O que você tem? Tá tão triste!

     - Nada, não tenho nada!

    Passaram-se alguns dias e ainda não havia descoberto uma maneira de arranjar o dinheiro. Se pedir para alguma amiga, depois não terá como pagar o empréstimo. Estava matutando,  quando sua sogra  a chamou. Foi ver o que era e para sua surpresa!

      - Menina,  aconteceu uma coisa muito chata!
      - O que?
      - O Pit Bull pegou a Maria!
     - Não!!!!
     - Sim!!!!
     - E aí?...
     -Tá lá,  mortinha da Silva!
     - Não acredito! ... Buá... Buá ...

     O pior de tudo foi além de enterrar a gata (aos prantos),  ainda ter que atender ao telefonema da clínica veterinária ameaçando mandar seu nome para o SERASA...kkk...
   
                                                                              Bjokas no coração!

quinta-feira, 14 de junho de 2012

DIREITO DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA

Aconteceu nos dias 5 e 6 de Junho do ano em curso, O 1º FORUM REGIONAL DOS DIREITOS  DAS PESSOAS COM DEFICIÊNCIA DO BAIXO ACRE, promovido pelo Conselho Estadual dos Direitos das Pessoas com Deficiência (CONEDE),  com o apoio da Prefeitura Municipal de Rio Branco, Secretaria Municipal de Saúde (SEMSA), Secretaria de Estado e Desenvolvimento Social e Central de Articulação das Entidades da Saúde (CADES), no auditório da SEAPROF, tendo como tema central: Oportunidade: Um outro Olhar sobre as Pessoas com Deficiência.
Clique na foto para ver em tamanho maior
                                          
O Fórum teve como objetivo principal discutir a temática com um olhar voltado à pessoa com deficiência enquanto sujeito de direito e capacitado de exercer sua cidadania a partir de sua inclusão social em uma sociedade que ainda está em processo para erradicar toda e qualquer barreira ou preconceito. 

O encontro abordou, entre outros eixos temáticos, acessibilidade, transporte, trabalho, educação, reabilitação, acesso à justiça e proteção social. O Fórum foi sediado em Rio Branco por questões de infraestrutura e logística. Participaram representantes dos municípios de Acrelândia, Capixaba, Bujari, Plácido de Castro, Porto Acre, Senador Guiomard e a Capital Rio Branco. No Fórum foi apresentado o Plano Viver Sem Limites, que está sendo discutido nacionalmente. Criado pelo Decreto nº 7.612 de 17.11.2011,  prevê mais de 7 bilhões de reais, para investimento nas áreas de educação, saúde, inclusão e acessibilidade no período de 2011 até  2014.



As leis que garantem os direitos das pessoas com deficiência, já existem. Porém, a não  aplicação da lei,  as barreiras e o preconceito podem determinar a diminuição da qualidade de vida de uma pessoa com deficiência. Vivemos em um país onde se precisa lutar por dignidade, justiça e inclusão social. É preciso discutir e divulgar mesmo esses direitos para todas as pessoas e suas famílias.  A realização de fóruns ou eventos para debates do tema vem contribuir na importância de garantir a cidadania, a quem já a tem por direito, desde que não se restrinjam a um reduzido número de pessoas. 



O Brasil possui atualmente 23% de pessoas com deficiência. Isso representa 45 milhões de pessoas. O Acre tem aproximado 735 mil habitantes. Destes, 150 mil tem algum tipo de deficiência o que estatisticamente são 20% da população.  Multiplique-se a estes dados algum familiar destas pessoas, que estão diretamente envolvidos com a problemática, temos então duplicado os interessados na luta por inclusão. Considerando ainda que qualquer pessoa seja criança, jovem ou idoso poderá em qualquer momento de sua vida sofrer algum tipo de lesão, acidente ou doença traumática e adquirir algum tipo de deficiência temporária ou permanente,  pode-se  garantir então que esta luta é de interesse de toda e qualquer pessoa.

Heliton Nascimento, Presidente da Associação dos Deficientes Visuais (ADEVI), que tem somente 15% de sua visão, uma das lideranças, conselheiro do CONEDE e participante do Fórum,  declarou que  o Movimento a favor da conquista dos direitos das pessoas com deficiência tem conseguido alguns avanços. “A participação organizada nos diversos conselhos de políticas públicas tem garantido que o poder público comece a reconhecer as pessoas com deficiência  como sujeito de direito”. Disse ele.  No entanto,  ressaltou que o movimento não pode parar. Muita coisa ainda precisa ser consolidada como por exemplo,  alguns  projetos de construção civil  ainda precisam  se concretizar segundo as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT).  Conclamou a todas as pessoas com deficiência ou não,  a serem parceiras apoiando esta luta que indiretamente,  é de todos os cidadãos. 

Mas a mobilização aqui no Acre ainda não terminou, está em fase de organização para os dias 20, 21 e 22  de Junho um novo fórum,  desta vez em Sena Madureira. Dos fóruns regionais sairão os delegados para a Conferência Estadual, e na ocasião serão  eleitos os delegados para uma mobilização maior a nível nacional. O local do evento em Sena,  ainda será confirmado. Vamos ajudar a divulgar, as pessoas com deficiência e seus familiares agradecem!

terça-feira, 12 de junho de 2012

UMA SEREIA EM FESTA!

 


           Na areia, nas pedras,  no mar!
           Vence as ondas                         
           Feliz a cantar                                   
           Uma Sereia
           a sonhar...                                


          O amor está em festa
          Versos e prosas também  
          Todas as letras festejam
          Com gosto de quero bem.                       
                                                                       

            É o niver da Sereia                            
            4.9 de vida
            100% felicidade
            Símbolo da fantasia
            Ponte da amizade.


                                   FELIZ ANIVERSÁRIO!


                                      Minha  madrinha e  amiga estes versinhos são de coração para você que está tão longe de mim neste momento,  mas tão perto do meu coração. Mil beijos de felicidades! Que Deus em sua infinita bondade faça multiplicar este momento de emoção para nós blogueiros, que é  poder lhe abraçar virtuamente e lhe desejar muitas felicidades. E para os que quiserem lhe abraçar também  na sua festa,  aí está o selo convite da festa da blogueira mais amada da blogosfera! 

                                                                  BJOKAS NO CORAÇÃO!

 

sábado, 9 de junho de 2012

VENHA CONHECER MEU SITE!

         O SITE está aberto para as visitas e comentários. Espero todos vocês! Ah, só uma explicação! Antecipei porque o Dado se antecipou e divulgou hoje,  lá no  dado.pag.
Vamos fazer uma pequena viagem e conhecer um pouco da minha cidade. É o que pretendo postar de novidade para vocês. Meus amigos blogueiros, visitantes e curiosos. Serão todos Bem Vindos! Aqui está a porta de entrada! Bjoquinhas a todos! Fiquem à vontade para pegar o selo! Espero vocês lá!

sexta-feira, 8 de junho de 2012

SITE DA MAZE ABRE NO DOMINGO!

         Bem pessoal,  depois de alguns dias com pouca net ou totalmente sem net, finalmente consegui arrumá-la. Ainda faltam alguns detalhes,  mas acho que já dá para navegar. Então vamos a inauguração do SITE que me foi presenteado pelo meu amigo virtual Dado. Claro que o SITE não está totalmente pronto,  mas isso vamos arrumando aos poucos, eu e Dado.  Divulgarei o enderêço virtual domingo de manhã. Ofereço o selinho no domingo para todos os amigos, podem passar aqui para pegar. Espero contar com a  visita e comentário dos amigos. E quem puder me ajudar a divulgar eu agradeço imensamente. Bjoquinhas a todos vocês!