segunda-feira, 28 de junho de 2010

FESTIVAL DA CONCHA

 Sempre que posso passeio pelo blog do Altino para saber o que rola nos  bastidores da cidade. Lendo seu comentário sobre o festival de música que acontecia na Concha Acústica, resolvi dá uma passada por lá.
Concha Acústica em 27.06.2010

É,  concordei com ele  ao dizer que o festival não estava assim tão prestigiado como em alguns anos atrás.
Mas, acredito que isso é resultado da falta de movimento no setor de música acreano. Já houve época que aquela concha recebeu mais de cinco mil pessoas num Festival de Música.

Nosso povo também é muito quente,  apaixonado,  fanático  mesmo! Agora é época de COPA do Mundo,  então todos voltaram olhos e ouvidos para a copa. É  um momento mágico, como se o resto não existisse!
Tudo gira em torno da copa,  o comércio, a mídia, até a educação!

Não sei porquê..  (e sabendo).

 Em época de copa tudo acontece e ninguém vê! O capitalista comemora as vendas: camisetas, lenços, bandeiras, apitos, etc, etc,etc...  Acho que é porquê o povo fica assim...  anestesiado com os jogos do Brasil e a vida só continua quando o Brasil perde a copa e volta prá casa... Todos choram copiosamente,  aí... que nem diz o povo,  tudo volta ao normal.

Mas, acho que o importante mesmo é não deixar a bola cair, ops... a música. Quem sabe no próximo ano melhora!

Para os idealizadores, não desistam!  Divulguem mais no próximo ano. Saí de lá com a promessa que em 2011, tem mais! 

 Parabéns ao Mapinguarí que fez a festa!
Ronei levantou a galera com o som do Mapinguarí.

Ao saudoso Los Porongas foi bom ver vocês de novo. Estamos no aguardo do novo DVD (toda a turma aqui de casa).




Diogo Soares e seu bigode! 




Inté!

sexta-feira, 25 de junho de 2010

II FÓRUM DE EDUCAÇÃO MUNICIPAL EM RIO BRANCO

O II Fórum Municipal de Educação, Ler para Aprender, que está acontecendo até amanhã, dia 25 de junho, no Teatrão, teve durante a manhã de hoje, a excelente participação da Licenciada em Linguística e Ciências em Educação, Pesquisadora e Professora Rosa-Maria Torres Del Castilho (do Equador) que palestrou para um grupo de aproximadamente 500 professores da rede municipal, entre estes, nós equipe técnica da Escola Maria Olívia. O tema foi Leitura e Escrita no século XXI: O que muda para a escola?


A professora que é autora de inúmeras publicações e moderadora de várias redes virtuais nacionais e internacionais, falou sobre a problemática da prática da leitura e da escrita na atualidade. Segundo a pesquisadora a escrita à mão torna-se cada vez mais infrequente nos dias de hoje, pois tudo é escrito no teclado, decorrente da revolução tecnólogica. Vive-se na era do consumo individual. A tendência da família é comprar um dispositivo móvel: um computador, uma máquina fotográfica, celular, etc., para cada membro da família. A continuidade dessa indução desenfreada é o livro eletrônico substituir o livro de papel. Teremos o fim da biblioteca. O fim do livro e o fim do papel.


"A idéia para o futuro é prevalecer os dispositivos móveis, que cabem em uma mão. As mãos do homem vão se modificar fisicamente, uma será maior que a outra. As pessoas estão sendo induzidas a serem rápidas. A velocidade está sendo instalada. E a escola? As práticas continuam muito convencionais. Deveríamos conduzir uma revolução pedagógica. Os países precisam de uma sociedade de leitores e escritores." Disse ela.


                                       II Fórum Municipal de Educação - Teatrão - 24/Junho/2010


Outros problemas e aspectos foram também mencionados pela professora como os preços caros e a fragilidade dos equipamentos, que dificultam o acompanhamento dessa sociedade digitalizada pela escola. Está portanto instalado um grande desafio a nós educadores: O que fazer? Como a escola irá resolver essa situação? A internet hoje é mais atrativa para os jovens e as crianças que a escola. Por outro lado se apropriar dessa tecnologia para ensinar, corre-se o risco de gerar uma população "robotizada" sem laços afetivos por falta do contato físico e do diálogo cara a cara.


Bem, vamos pensar!


O Fórum ainda promete outras reflexões, com outras palestras: O leitor é antes de tudo um sujeito que nele se esconde e se revela - Alguns Cuidados Pedagógicos Necessários, com a professora Ana Maria Falcão. Além de uma sessão de relatos de experiências das escolas locais.

 Parabéns aos realizadores do Fórum pela iniciativa!

quinta-feira, 17 de junho de 2010

ABAIXO O PRECONCEITO!


Estive pela segunda vez no Fórum Permanente de Educação Étnicoracial, ação que faz parte da Formação Continuada para a Educação das Relações Etnicoraciais. A meta é garantir a efetivação das resoluções da CONAE que propõe a criação de condições políticas, pedagógicas, em especial financeiras para a       efetivação do Plano Nacional de Educação das Relações Etnicos Raciais e para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileira  e Africana.

O Fórum tem convencido  que nós devemos muito ao povo negro, isso se eu também não for de origem negra, porque nunca pesquisei minha árvore genealógica.

É... no nosso país é preciso educar as pessoas para haver aceitação do diferente!

Como se o diferente não tivesse o direito de viver e ser feliz como qualquer outro!

A história nos mostra que até hoje o preconceito está muito presente, embora os escravos tenham sidos considerados livres no 13 de Maio, pouca coisa mudou! Mais pergunte quem é preconceituoso?! Poucos admitem.

“Nós devemos trabalhar para acabar com o racismo!” Foi essa a proposta defendida no Fórum. À primeira vista, parece simples, mas não é. E digo por que: Vamos lutar contra uma grande produção intelectual – cultural, que ao longo dos anos foram construindo valores preconceituosos nas gerações mais novas. Um arsenal imenso de livros, histórias, músicas, piadas, idéias, etc. recheados de pitadas de preconceito não só contra negros, mas contra índios, mulheres, idosos e outras minorias. Sem contar a força gigantesca da mídia que esmaga qualquer aula de milhares de professores.

Só pra exemplificar, você já parou para refletir que a grande maioria, senão todos os heróis, princesas, príncipes, reis, ou protagonistas principais de contos, romances, filmes, propagandas, etc, são brancos! Você tem visto nos filmes ou livros algum super-homem negro?! Alguma princesa ou rainha negra? Ora, se a imagem do negro é sempre mostrada como inferior, logo se formará conceitos negativos sobre eles. Ultimamente, a TV vem ensaiando muito timidamente mostrar os negros numa situaçãozinha melhor. Mais é sempre funções irrelevantes, em segundo papel. Nunca o mocinho ou mocinha!

Ora! Arrancar as raízes do preconceito é difícil! Porém, falar dele é muito fácil! E essa por ironia, passa a ser a nossa principal arma! Não só contra esse, como também para combater outrostipos! Digo isso porque o Brasil é campeão de preconceitos também contra gordos, loiras, pessoas com deficiência e até contra feios. Vinícius de Moraes disse: “Desculpe-me as feias, mas beleza é fundamental!” Frase que ficou conhecida e é repetida por outros homens.

Fundamental pra quê?! Fundamental pra quem?! Para homens que vêem a beleza como melhor atributo de uma mulher?! Ou para as empresas de beleza que ganham a vida com a imagem das mulheres! Muitas vezes até com imagem irreal, mentirosa, fabricada em estúdios fotográficos que escondem defeitos, manchas, estrias, ou celulites existentes em todas as mulheres! Mulheres de verdade tem defeitos, as fotos nem sempre! Esse preconceito é criminoso! Pois leva milhares de nossos jovens à doenças psiquiátricas ou à morte. Rapazes tomam bombas para obter músculos e obtém doenças, às vezes irreversíveis. Muitas mulheres se submetem à lipoaspiração, dietas, cirurgias ou tratamentos de beleza muitas vezes fatais, no desespero de conseguirem a imagem ideal bombardeada pela indústria da beleza!

E o preconceito de gênero propriamente dito, com as mulheres?! Esse é pior, camuflado, disfarçado! Uma mulher só é respeitada quando tem um homem do lado. E somente respeitada, pois não é enxergada! Todos olham o marido, falam com ele primeiro, depois é que se dirigem as esposas. Às vezes nem isso! Nunca observou?! Então observe! Vai ficar espantado (a) com o que vai ver!

Se ela estiver sozinha então: Se for nova e bonita é olhada como futura conquista! Ou seja objeto de uso! Se é feia, como bagulho, coisa de ir pro lixo! Se já não é nova, então coitada! Essa já pode morrer! Acham que estou exagerando?A mulher sempre foi e é tratada apenas como procriadora da espécie! Observem melhor então! Digo algo pior ainda. Se o homem casa com uma mulher mais nova: Nossa! Ele ainda está com a maior bola! Pensam os amigos! Se a mulher casa com um homem mais novo: Nossa! Ele deve está interessado no dinheiro dela! Se a mulher é pobre, então deve está interessado na filha dela ou então quer que ela o sustente e coisa e tal!

Muitos dizem: a mulher hoje é livre, pode ir e vir, cuidar da própria vida, pode trabalhar. É verdade! Só que muitas mulheres cumprem duas jornadas de trabalho: uma fora e outra em casa! Na maioria das famílias ainda é a mulher a responsável pelos serviços domésticos. E ainda cuida dos filhos, vai a reuniões de escola, que chamam de reuniões de pais, mas na verdade são reuniões de mães! Também faz feira e ajuda a pagar as contas, é mole?! A mulher é tudo isso e muito mais! Como diz Arnaldo Jabor “As mulheres carregam o fardo da dor histórica e social por serem mais sensíveis e fracas”. Apesar de não concordar com o conceito de fraca, concordo com o restante da frase.

Então, o preconceito continua tão forte na nossa sociedade hoje, quanto ontem! O negro, a mulher, o índio, e o idoso são discriminados e nós de todos os setores da sociedade devemos contribuir para diminuir essa desigualdade, até porque todos seremos idosos um dia e sentiremos na própria pele a dor de ser discriminado (a).

 Como? Refletindo sobre o tema com nossos alunos, amigos, colegas de trabalho,etc. Desconstruindo velhos valores. Recriando novos personagens, novas poesias, novas músicas, novos textos... novas histórias onde negros, índios, mulheres, idosos e outras minorias passem a ser personagens principais, ídolos e heróis.
Que bom que setores da sociedade despertaram para políticas públicas que contribuam para diminuir o massacre do preconceito. Porém esse será um longo caminho a percorrer!

ABAIXO O PRECONCEITO!

Postado por Maze Oliver às 21:46 1 comentários Links para esta postagem

Marcadores: Texto de opinião

quarta-feira, 16 de junho de 2010

VOCÊ


Você que vive a olhar a vida dos outros,
Que não ajuda  ninguém e quer ser ajudado,
Que ser atreve a ver a vida passar!
Sem tomar atitudes.

Que não valoriza quem está ao seu lado,
Que fala sem refletir,
Que age sem pensar,
Que pensa sem agir!

Que é escravo da moda e do capital,
Que não vê beleza no por do sol,
Que não admira as rosas!
Que não sente o cheiro das flores.
Cuidado, você vai ficar só e infeliz!

domingo, 13 de junho de 2010

ACADEMIA ACREANA DE FILOSOFIA

De 07 a 11 de junho aconteceu a Primeira Semana de Filosofia promovida pela recem fundada Academia Acriana de Filosofia. Os Acadêmicos, professores  e estudantes de Filosofia de várias faculdades de Rio Branco  reuniram-se no auditório da Biblioteca Pública (Filmoteca) para participar do evento que tinha como objetivo fomentar e divulgar a Filosofia.
Professor Coraci (UFAC)  e o Presidente da Academia
(ao receber a carteira da Academia).
       
Dentre os participantes estavam os Professores Guilherme Cunha, Maria Ivanilda, Francisco de Assis, Francisco Generoso, Coraci  Saboia e  João Azevedo que palestraram sobre vários temas da Filosofia. O Professor Coraci que apresentou um painel sobre A Construção do Pensamento Filosófico,  lá pelas tantas do debate afirmou: "O Presidente Lula tem interesse em projetar o Brasil no estrangeiro e está conseguindo. Hoje ele é um excelente chefe de estado, mas não acontece como chefe de governo. Isso se deve aos programas dos sacolões e as bolsas misérias".  E ao conceituar Estado disse: Não existe estado perfeito. O estado sempre será imposição de poder." No final da semana disse estar contente com o convite que recebeu para participar do evento e como filiado se mostrou disposto a colaborar com os trabalhos futuros da Academia.


 A Academia pretende continuar seu trabalho organizando cursos de extensão,  publicando livros e organizando caravanas.
"Já temos universidades interessadas nos nossos projetos. Pretendemos também levar para as escolas vários filósofos,  através do Projeto Caravana Filosófica".  Falou o Professor Guilheme Cunha, um dos fundadores e também Diretor de Imprensa da Academia.

 Para esses projetos a academia pretende convidar pessoas conhecidas entre os filósofos  e outros profissionais de nomes referendados na comunidade.  Durante as rodas de conversas nos intervalos do evento,  o nome do Professor Mastrangelo foi lembrado com grande saudade. A diretoria atual é provisória permanecendo até que seja organizada a eleição da nova diretoria que deverá acontecer provavelmente em 2011. A reunião dos filiados acontecerá  ordinariamente uma vez ao mês. Informou o professor Guilherme.

Aos estudantes, professores e interessados,  a academia está fazendo filiações. Podem procurar informações no centro da cidade na Casa do Artesão.

Bjokas no coração